Fogareiro auxiliar para rua

Como não podemos acampar de verdade e nem sair de casa :slight_smile:, dou continuidade a série sobre equipamentos que fazem parte da nossa pesquisa para a nossa próxima casa móvel. Compartilho agora a ideia que estou estudando sobre como pretendemos cozinhar na rua.

Para contextualizar, no Balão nós tínhamos um fogareiro daqueles bem simples de ferro com duas bocas, mas com uma mangueira um pouco mais comprida para conseguirmos colocar na própria garrafa de gás do trailer e cozinharmos na rua. Ou ao menos essa era a minha teoria. Mas na realidade o que ocorreu é que nós sempre carregamos o fogareiro conosco, mas por ser pouco prático nunca foi usado. Como o fogareiro esquenta bastante, não poderia ser usado na nossa mesa plástica, e também não podíamos levar muito longe sem carregar a garrafa de gás com ele. Então as oportunidades ficaram muito restritas e não foi usado.

Ainda assim, a ideia de cozinhar na rua não me deixa em paz enquanto pesquiso para as nossa próximas aventuras. :smile: Afinal, é uma boa forma de evitar o calor, cheiros fortes, e respingos dentro da pequena casa. Ainda mais que se tudo der certo com nossos planos a casa vai ser bem menor que o Balão, então continuei pensando nisso.

Mas algo tem que mudar para funcionar desta vez porque não vamos ter espaço para um enfeite desse tamanho, e toda a nossa função nos últimos dois anos sem o Balão nos deu algumas dicas do que podemos fazer: recentemente tivemos a oportunidade de utilizar por mais tempo uma placa de indução, e apesar de eu ter ouvido falar do conceito antes, o uso na prática nos fez gostar muito dessa alternativa. Além da eficiência, a grande vantagem é que o que esquenta é a própria panela, e é possível colocar a mão na placa mesmo ao lado da panela sem problemas.

Algo que não é óbvio, ou ao menos não era para mim antes de experimentarmos, é que o calor total gerado no uso da placa de indução é menor. Ou seja, não é simplesmente mover o calor de baixo para cima. Ao esquentar a panela diretamente, a temperatura total do sistema é menor, pois uma chama de propano chega aos 1900⁰C, mas a própria panela deve ficar em uma temperatura baixa o suficiente para não queimar os alimentos.

Outra coisa que parece atrativa é podermos utilizar a placa de indução dentro da cozinha. Além de poupar gás, evita a geração de água que ocorre com toda a queima de propano e butano, e diminui o calor gerado dentro de casa no verão. E tanto dentro quanto fora, o fato da placa não esquentar de forma relevante significa que podemos posicionar sobre qualquer superfície sem maiores preocupações.

Dito isso, claro, a desvantagem em relação ao fogareiro a gás é que precisaremos de energia externa para utilizar a placa de indução pois o consumo é alto, então essas ideias só vão se aplicar quando estivermos estacionados em um local que forneça energia. O que para o uso externo não é um grande problema, pois na maioria dos lugares onde fazemos um acampamento mais tradicional na rua teremos energia. Para o uso interno, a ideia é que o pequeno fogão da casa seja a gás pois esse funciona sempre e dura bastante, e a placa fica como uma alternativa quando estivermos estacionados com energia externa.

Então me coloquei a pesquisar e a melhor alternativa que encontrei foi esta aqui:

Dentre muitas, escolhi esta placa para os testes pelos seguintes motivos:

  • Compacta: 27x35x7cm foi das menores que encontrei
  • Leve: pesa exatamente 2kg
  • Controle de potência: de 200 a 2000W (mas ver abaixo)
  • Controle de temperatura: de 60 a 240⁰C
  • Barata: por volta dos 150 reais (antes do caos atual)

Até agora os testes tem mostrado que realmente é uma boa opção. Mas um detalhe que não foi tão bom como eu esperava é que o controle de potência na verdade vai bem entre 1000 e 2000W. Quando se configura abaixo de 1000W, o que a placa faz é emitir pulsos de 1000W de acordo com a potência selecionada. Quanto menor, menos os pulsos duram e maior o espaçamento entre eles. Eu tinha esperança de poder usar a placa por volta dos 500W, mas a ideia de ficar exercitando o inversor dessa forma não me agrada nada.

O outro detalhe que me surpreendeu negativamente é que o ventilador interno é forte e com isso gera um ruido mais alto do que nós gostaríamos. Mas também não podemos exigir muito por esse preço. Muitas das alternativas eram de 2 a 4 vezes mais caras.

Então é isso… pelos testes parece que a ideia é boa. Ficamos aguardando que as coisas voltem ao normal para podermos colocar em prática.

2 Curtidas

tenho 1 fogão de indução de 1 boca como na foto, da marca polo… comprei usado por 150,00

as de primeira linha chega aos R$450

o tempo para esquentar o alimento/água é muito mais curto que um fogão a gás, em torno de 1/3 do tempo
no geral cozinho no mínimo (200W a 600W)
nele tem a opção de 3 tipos de panela (banho maria, frigideira e panela)
e 6 opção de potência

em casa uso para coisas rápidas!! gostei muito mais do que o fogão a gás.

o fato de trabalhar em menos tempo ligado… é uma boa opção no camping… agora com placa solar aí complica um pouco… internamente deve ser tudo CC, de repente consegue adaptar para sem uso de inversor e economizar um pouco de energia.

2 Curtidas

Buenas Caveira,

É realmente agradável de usar. Tens usado no camping também?

A placa até pode retificar para corrente continua, mas para fazer a mágica da indução depois tem que inverter a corrente rapidamente para os dois lados, nos milhares de Hz (kHz) ao invés dos 50 ou 60Hz tradicionais, pois é isso que faz a panela esquentar. É o mesmo princípio desses transformadores de tensão tradicionais que funcionam com eletromagnetismo, mas ao invés de aproveitar a corrente na bobina secundária, o sistema é otimizado para somente esquentá-la.

Também por esse funcionamento é que não deve haver muita vantagem em utilizar corrente contínua… daria mais trabalho fazer os 1000 ou 2000W chegarem no equipamento em baixa tensão do que através do inversor. Eu desconfio que talvez seja por isso que abaixo de 1000W o equipamento funcione por pulsos… talvez baixar demais a tensão dificulte a transmissão do pulso eletromagnético até o metal da panela.

Chegaste a verificar se o teu funciona nos 200W realmente ou funciona por pulsos também?

Abraço e bom fim de semana!

1 Curtida

Muito interessante!
Vou dar uma olhada com mais atenção, me pareceu bem útil.
Grande abraço!

Dardo.

2 Curtidas

me confundi, é 400W e sim, ela fica pulsando.

2 Curtidas

outra ponto que percebo no fogão de indução.
com uma chapa de ferro fundido é mais eficiente pois esquenta muito com baixa potencia
trabalhando no mínimo de 400 e 600W ela chega a queimar o oleo que fica na chapa

1 Curtida

Excelente ideia @Gustavo! Vou pesquisar um para mim, pois pretendo fazer tudo fora da casa também. Aproveitando o tópico de fogão e cozinha externa, estou com muitas dúvidas sobre fazer a cozinha externa no trailer ou não. Estou com medo de perder espaço nos armários internos, sendo que já tenho toda estrutura de cozinha do camping. Qual a sua experiência e recomendação? Obrigado.

1 Curtida

Boa tarde Berna,

É algo um tanto pessoal, mas ao menos para nós eu não faria, pelo mesmo motivo que optamos por não ter um fogão com forno dentro do motorhome: tudo que colocamos de forma permanente é mais caro, usa espaço de forma inevitável, e tem uma manutenção e substituição mais complicada. Se houver uma solução conveniente e portátil, melhor.

Por outro lado, as vezes a conveniência e nossas preferências tornam algo interessante. Por exemplo, se for possível o que eu recomendo é ao menos um chuveirinho ou torneira que tenha acesso externo, pois ajuda um bocado quando precisamos lavar algo na rua e não estamos em um local com água. Até mesmo para lavarmos os pés, por exemplo.

Quando houver novidades queremos fotos. :smile:

1 Curtida

Boa tarde Gustavo!

Obrigado pelas valiosas dicas! Mesmo sendo um ponto particular de cada usuário, a experiência deve ser sempre levada em conta!! :grin:
Realmente acho muito útil a pia do lado de fora, mas o custo e as questões de manutenção estão me preocupando.
Eu coloquei um chuveirinho externo, que pode ser usado como chuveiro também, porém fica do lado oposto do toldo.
Acho que vou seguir sem a cozinha externa mesmo e usar o meu kit camping…rsrs
Pode ter certeza que colocarei a minha primeira experiência aqui e espero trazer dicas valiosas para todos!
Obrigado mais uma vez e grande abraço à todos!

1 Curtida