Montar do zero - Tiny sobre rodas - Atualizações

Pessoal, tudo bem?

Conheci o fórum a algumas semanas, parabéns pela comunidade!
Depois de ler muitos tópicos ( para evitar qualquer tipo de flood) encontrei algumas informações pulverizadas ou antigas para reformar ou criar um trailer e muito pouco especificamente para Tiny Houses (dimensões e características diferentes). Estou no dia 0, iniciando do zero minha tiny decidi pedir ajuda para consolidar as atualizações (Normas, Leis, processos).

Sou engenheiro mecânico, e sei que para quase tudo que desejamos criar no Brasil, existe regulamentações e burocracias que validam o produto, mas que as vezes dificultam, e deixam o processo complexo e inacessível para boa parte das pessoas. A ideia é deixar os encontrados atualizados neste tópico para ajudar pessoas que tem essas dúvidas. Peço ajuda de todos para coletivamente encontrar as respostas (ou referenciar respostas com outros tópicos). Obrigado!

No meu caso particularmente, venho estudando muitos materiais americanos para construção de tiny houses sobre rodas. Seguem muito a filosofia de um trailer, mas claramente com menos mobilidade. O modelo me inspira pq a idéia é ser off-grid e com minimo impacto de construir no solo. Se alguém tiver opiniões por favor, compartilhe também.

O que tenho em mente (sugestões por favor!):

Chassi: deverá ser algo com dimensões aproximadas de 6x2,5m (Conjunto deverá ter PBT < 6t), provavelmente será um chassi estruturado com dois eixos, mas deve ser considerado como trailer especial.

Perguntas:

  • Melhor fazer com empresas de reboque, no quesito legal?
  • É ruim fazer com empresas de aço e ser o intermediário para esta construção?
  • Dicas para eixo, sistemas, fabricantes, sistemas de freio, etc
  • Quais certificações são necessárias em 2020 para realizar a homologação, e ser possível rodar nas estradas do BR?
  • Quais os testes técnicos exigidos pelos orgãos? (Inmetro?) Frenagem seco x molhado deve ser um deles, alguém sabe quais outros?

Estrutura: Provavelmente de light steel frame reforçado. Não é tão pesado quando demais processos construtivos mas claramente é mais pesado que materiais utilizados trailers. A mão-de-obra é significativamente ampla e o acesso a matéria-prima é ampla.

Perguntas:

  • Alguém já viu algum processo de construção deste no Brasil (sobre rodas)? Saberia dizer as boas práticas?

Revestimentos: Externo provavelmente OSB, Membrana hidrófuga, e uma placa cimenticia. no meio algum isolante termoacustico de alto desempenho, e no interior, membrana de vapor e acabamento interno.

Em breve
Equipamentos:
Marcenaria:
Elétrica:

Desde já obrigado pessoal, farei esta força tarefa para ajudar demais aventureiros da comunidade e tentar (sei que é difícil), simplificar este processo.

Edu

1 Curtida

Buenas Edu, seja bem-vindo!
Parabéns pelo empreendimento, e sem dúvida, será uma ótima guia para outros Campistas que aprenderão (aprenderemos) juntos; grande abraço e sucesso!

Dardo.

1 Curtida

também estava atrás de informações para construir um trailer…
no fim das contas achei mais vantagem comprar uma carcaça ou chassis com documento
(encontrei 1 “carcaça” um pouco detonada por 5.000 com as dimensões que eu precisava 4,5m)
ou mandar fabricar o chassis, assim eu mesmo ir fazendo a parte de cima.

com a pandemia … abandonei… mas a ideia não morreu…

2 Curtidas

Seja bem vindo, Edu!

Uma sugestão: 2,50 é bastante largo. Já andaste com algo deste tamanho? O espaço interior com certeza ficará mais amplo, mas vais sentir a diferença na estrada e em manobras também, sem dúvida. O Balão tinha 2,40 e eu já achava ele um tanto largo.

Quando construímos o nosso, depois de longa pesquisa optamos por fazê-lo com a Sinostrailer, por dois fatores principais: primeiro, pela experiência de longa data que eles tem com a construção e manutenção/reconstrução de veículos, e segundo pela simpatia e seriedade dos donos.

Se eu tivesse que fazer algo do zero outra vez, procuraria algo semelhante novamente: uma empresa que comprovadamente tem experiência nesse tipo de veículo, e cujo atendimento seja de primeira linha. Sem a experiência o risco é grande pois os detalhes são muitos, e sem a simpatia e seriedade é certo que vai dar incomodação pois é uma relação de longa duração para a construção, e nem tudo vai dar certo de primeira.

A referência internacional nesse tipo de material é a AL-KO.

Aqui talvez o @edintruder ou o @frank, que fizeram veículos do zero, possam ajudar. O @Eugenio também comentou recentemente que está trocando eixos por alternativas da AL-KO, e talvez possa ajudar também.

Obrigado pela participação e pelas informações!

1 Curtida

para eixos o pessoal tb tem usado da KNOTT com ótimos resultados, são eixos também alemães como AL-KO e tem em varios modelos e capacidade de carga, além de diversos modelos de engate e com freio inercial a cabo ou elétrico.

2 Curtidas